[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]

CCV

Calandras de Estabilização e Brilho

 

[siteorigin_widget class=”Inked_Video_SO_Widget”][/siteorigin_widget]

– Enobrecimento com estabilidade dimensional e acréscimo de brilho na malha.

– Máquina programada e controlada através de CLP com IHM. Permite a formação de receitas para cada tipo de malha, proporcionando uma maior reprodutibilidade, mantendo a qualidade mesmo com operadores diferentes.

– O sistema de quadros abridores magnéticos evita a troca de quadros por necessidade de ajuste de largura da malha.

– A sobre alimentação do quadro abridor permite o alinhamento da trama da malha.

– Câmara de vaporização com compartimento que evita o gotejamento de condensado na malha

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]
[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]
[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Image_Widget”][/siteorigin_widget]

– Aquecimento individual para cada cilindro, que pode ser por:

Óleo Térmico de linha: Circulação de óleo da rede no interior do casco do cilindro.

Elétrico: Por resistências elétricas e óleo térmico encapsulado;

Vapor: Injeção de vapor no interior do casco do cilindro. (Vapor de linha).

 – Cilindros térmicos de elevado diâmetro, aquecidos por óleo térmico e/ou resistências elétricas, permite atingir temperaturas de até 200°C. Ideal para malhas sintéticas.

O controle da temperatura dos cilindros, efetuado por sensores instalados na face de contato do cilindro com a malha.

– Sistema de resfriamento da malha na saída da máquina.

 – Sincronimo entre a Calandra e o Bobinador Non stop feito através de sensor de sincronismo (SAS-CSO). Permite um melhor controle dimensional da malha, evitando estiramentos.

[siteorigin_widget class=”SiteOrigin_Widget_Button_Widget”][/siteorigin_widget]